top of page

Carma: dissolvendo ou transformando em missão



A maioria das pessoas levam a vida presas em modelos de pensamento e emoções que as apreendem em comportamentos fixos que, por sinal, as apreendem numa vida limitada mesmo que dentro estas pessoas desejem libertação.


Fato é que, assim, elas se mantém presas tanto em emaranhados cármicos frutos dos atos passados, quanto na própria repetição deles nesta vida o que, por si, atuam como geradores e mantenedores do mesmo padrão cármico; e as pessoas não conseguem dele se libertar.

Aprofundando nas raízes dos sentimentos e pensamentos que constituem a natureza da pessoa nesta vida é possível trazer para a consciência a história de vida, seja desta vida ou de vidas passadas, apontando as situações traumáticas e causais para que a pessoa as veja sob uma nova perspectiva, que trará um novo sentido para esta vida, ou seja, para o que se fazer a partir disso de uma forma diferente e com plena consciência.

As raízes destes comportamentos repetitivos e cármicos são através da Terapia Espiritualista Lumni acessados pela Psicanálise e pela Regressão de Memória e tratados através da ressignificação - que é conferir um novo significado que faça sentido nesta vida e apazigue o conflito e a dor de antes – além do tratamento Apométrico com a dissolução das energias que ficaram ‘presas na pessoa, por assim dizer’ fruto destes eventos e traumas de outrora. E mais, junto ao tratamento no nível mental e emocional, se acessa e trata o universo astral da pessoa conferindo libertações, clarezas e novos posicionamentos da consciência frente ao próprio processo evolutivo, pessoal e vida, sob novas perspectivas.

Quando o trabalho de revisão – de rever – e de reconstrução da própria história se realiza à luz da consciência nesta vida é possível à pessoa se libertar dos padrões mentais e emocionais de antes podendo inserir uma nova conduta, dado o rompimento dos novelos inconscientes que embotavam, e também dada a dissolução das energias que aprendiam nos eventos passados, fazendo com que ficasse presa na repetição de pensamentos e sentimentos de antes.

Dentro deste entendimento, quando o carma está constituído como resultado de padrões de pensamentos e atuações atuais ou de vidas passadas, ao se romper com os mesmos, libera-se o carma: a pessoa está livre.


Agora prestem atenção:

Já quando as condições cármicas não podem ser dissolvidas dada a complexidade dos fatores de antes que as mantém formadas e vigentes na vida atual, como por exemplo – um filho que dá mais problema, uma deficiência física que tem origem em atuações de vidas passadas - a clareza e o amadurecimento mental, emocional e espiritual diante dos fatores formadores daquilo somado ao amadurecimento pessoal, espiritual e à postura frente à própria vida e processo evolutivo colocará a pessoa em condições de viver aquelas questões cármicas que não podem ser dissolvidas em Missão: quando a pessoa vai substituir uma postura passiva, paralisante e vitimista de antes pela ativa e consciente que surge de um processo continuado de responsabilização e auto aprimoramento interior.

Commentaires


bottom of page